Como contratar um vigilante

Entenda as responsabilidades do vigilante e aprenda como realizar uma contratação adequada.

 

O Vigilante é o profissional responsável por zelar pela guarda do condomínio exercendo a vigilância do espaço público, sendo uma de suas responsabilidades mais relevantes a de preservar a segurança dos clientes e colaboradores, sobretudo acompanhando a circulação de visitantes. Por isso, além de dominar as atividades de um vigilante, é fundamental entender os mecanismos de segurança para realizar uma contratação adequada deste profissional tão fundamental à preservação do patrimônio e da vida de todos no condomínio.

O primeiro passo que deve se ater para realizar uma contratação bem sucedida é conhecer as principais responsabilidades do vigilante. Desse modo, para dar uma forcinha à seu processo de contratação listamos onze responsabilidades do vigilante:

  1. Executar rondas nas dependências da empresa, áreas e vias de acesso adjacentes;
  2. Identificar qualquer movimento suspeito e tomar as medidas cabíveis, conforme norma da empresa;
  3. Inspecionar as dependências para prevenir: incêndios, roubos, entrada de pessoas não permitidas e demais comandos de segurança;
  4. Controlar fluxo de pessoas, identificando, orientando, e encaminhando aos lugares desejados;
  5. Examinar portas, janelas, portões e assegurar que estão devidamente fechados;
  6. Cuidar das segurança de funcionários, moradores e visitantes;
  7. Dar auxílio operacional as rondas internas e proteção dos postos de serviço;
  8. Acompanhar imagens de monitor na guarita;
  9. Acionar chave de contatos em caso de emergências;
  10. Prestar atendimento pessoal;
  11. Deliberar pequenos problemas e demais atividades pertinentes à função.

E essas são só algumas das responsabilidades que competem ao vigilante. A extensão das atividades aferidas ao vigilante permite uma reflexão acerca do papel fundamental que esse profissional exerce na rotina e na segurança de todos e do espaço comum, não é mesmo?

Com tantas responsabilidades, não é difícil imaginar que uma contratação irresponsável pode gerar danos irreparáveis ao seu condomínio. Assim, para evitar os perigos de uma contratação inadequada é igualmente importante conhecer o perfil ideal do contratado para assumir as funções de vigilância.  

Para que o profissional tenha um bom desempenho como vigilante é essencial que possua habilidade em lidar com público e de treinamento adequado. Além disso, o processo seletivo deve contar com profissionais experientes para identificar os concorrentes com melhor desempenho.

Vale ressaltar que as responsabilidades do contratante não acabam na contratação. Apresentar ao funcionário, através de treinamentos recorrentes e funcionais, às normas e realidade do condomínio, são também parte fundamental da rotina de vigilância para que o profissional atue de maneira satisfatória.

Em resumo, para contratar um vigilante é preciso:

  • Conhecer suas funções;
  • Conhecer o perfil do profissional;
  • Realizar um processo seletivo adequado;
  • Treinar e capacitar o profissional;
  • Monitorar sua atuação.

 

Te ajudamos com esse artigo?  

A Alamo conta com especialistas de inúmeras áreas do conhecimento, todos prontos para atender a demanda do seu condomínio e levar tranquilidade ao seu dia a dia.

Vem ser Alamo, Solicite uma proposta!

Deixe um Comentário