Lâmpadas econômicas para investir e economizar no condomínio

Você já usa lâmpadas econômicas em sua casa? Muito fala-se sobre este assunto por duas razões principais: economia e sustentabilidade.

Mas não são só as residências que precisam se atentar a isso. Da mesma forma que você deve saber como aproveitar a água da chuva e economizar no condomínio, também deve investir em lâmpadas econômicas.

Isso porque a iluminação é responsável por grande parte das despesas de um condomínio e com a escolha certa você consegue uma boa economia.

Contudo, é preciso pensar em economizar sem comprometer a qualidade de vida dos condôminos. Ou seja, não é apenas apagar as luzes, é preciso pensar com inteligência.

As lâmpadas têm que atender a necessidade de cada espaço de acordo com a utilização.

É importante pensar que a iluminação é essencial para o conforto e segurança do condomínio. O recomendado é, além de lâmpadas econômicas, fazer o uso de sensores de presença.

Vamos falar sobre estes dois pontos neste artigo.

 

Lâmpadas LED: como funciona

Em comparação com as lâmpadas incandescentes, as lâmpadas de LED podem representar até 60% de economia.

Muito bom, não é mesmo? Mas como as lâmpadas de LED funcionam?

O LED não gera calor, e com essa característica, consegue produzir a mesma quantidade de luz utilizando menos energia. A título de comparação, a lâmpada incandescente gasta em torno de 60W para produzir a mesma luminosidade que uma lâmpada de LED de 20W.

Apesar de serem mais caras (podem custar até 4 vezes mais), o investimento em lâmpadas econômicas compensa ao trazer uma conta de energia mais barata.

Outro ponto de vantagem é a vida útil. Enquanto a lâmpada incandescente tem a vida útil de 1 mil horas, a de LED tem 25 mil horas. Isso significa economia também na manutenção.

Por fim, vale falarmos sobre a garantia. LEDs de boa qualidade possuem garantia de 2 a 3 anos.

 

Sensores de presença: por que investir

Hoje é mais comum do que nunca entrarmos em determinado ambiente e vermos as luzes acenderem automaticamente.

Os sensores de presença detectam o movimento de pessoas e ligam as lâmpadas durante o tempo em que elas estão no local. E quando o movimento acaba, elas desligam sozinhas.

A tecnologia é vantajosa tanto para o morador, que não precisa procurar o interruptor, como para a conta de energia, pois evita que as pessoas esqueçam de desligar a luz após saírem de determinado ambiente.

 

Manutenção das lâmpadas econômicas

Todo condomínio precisa de manutenção e quando o assunto é lâmpadas econômicas isso não é diferente. É importante ter um pessoal qualificado para fazer os ajustes, reparos e trocas.

A boa notícia é que lâmpadas econômicas de LED exigem muito menos manutenção do que as antigas, já que elas possuem uma maior vida útil e queimam menos.

A Alamo realiza serviço de conservação de condomínios sempre priorizando pela qualidade. Se você precisa de tranquilidade e transparência para facilitar sua vida de síndico, solicite aqui sua proposta

Deixe um Comentário

Animais em condomínio: saiba o que diz a legislação